top of page
  • Writer's pictureTeam Consilcar

Team Consilcar consegue duplo pódio na Baja TT Sharish Gin


Edgar Condenso e António Serrão estiveram em bom plano nos trilhos do Alentejo e subiram ao pódio da Baja TT Sharish Gin, levando a Ford Ranger ao 3.º lugar da categoria T1 na prova FIA. David Carreira e Nuno Luz (Can-Am) estrearam-se em Reguengos de Monsaraz com um positivo 3.º lugar dos T3 na prova nacional, subindo também ao pódio. Januário Barrocas (Honda) cumpriu o objetivo de terminar a prova da Sociedade Artística Reguengense.

Edgar Condenso e António Serrão estiveram em bom plano nos trilhos do Alentejo e subiram ao pódio da Baja TT Sharish Gin, levando a Ford Ranger ao 3.º lugar da categoria T1 na prova FIA. David Carreira e Nuno Luz (Can-Am) estrearam-se em Reguengos de Monsaraz com um positivo 3.º lugar dos T3 na prova nacional, subindo também ao pódio. Januário Barrocas (Honda) cumpriu o objetivo de terminar a prova da Sociedade Artística Reguengense.


Pontuável para a Taça da Europa FIA de Bajas e para o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, a Baja TT Sharish Gin teve um extenso pelotão nos trilhos da região de Reguengos de Monsaraz, Mourão e Redondo. Para Edgar Condenso e António Serrão, a baja alentejana marcava o regresso às provas portuguesas, depois de terem competido na vizinha Espanha entre a elite mundial da modalidade.

A dupla da Ford Ranger entrou bem logo no Prólogo de sexta-feira, e depois manteve o andamento nas duas passagens pelo duro Setor Seletivo de 183,17 quilómetros cronometrados. No final, Condenso e Serrão conseguiram o 3.º lugar dos T1 da prova FIA, além do 13.º posto da geral.


 “Foi uma prova dura, com o piso bastante degradado, principalmente no Setor Seletivo de hoje”, afirmou Edgar Condenso no final. “Finalmente, tivemos o carro em boas condições em termos de resposta do motor, que era um problema que já nos afetava há bastante tempo

“Foi uma prova dura, com o piso bastante degradado, principalmente no Setor Seletivo de hoje”, afirmou Edgar Condenso no final. “Finalmente, tivemos o carro em boas condições em termos de resposta do motor, que era um problema que já nos afetava há bastante tempo. Os T1+ são, naturalmente, de outro campeonato, mas o nível da categoria T1 também está bastante elevado, o que significa que tivemos de nos aplicar para conseguir este resultado. Foi preciso gerir bem a mecânica, principalmente os travões na fase final, mas cumprimos integralmente os objetivos. Subir ao pódio em Reguengos é sempre especial, esta é a minha baja preferida e somos sempre muito bem recebidos nesta zona”, apontou o ex-campeão nacional e ibérico de T2, que em 2006 chegou mesmo a ser 2.º classificado à geral em Reguengos.

António Serrão, habitual navegador do piloto de Lisboa, confirmou “a grande dureza e competitividade da prova este ano, além dos andamentos cada vez mais fortes que se notam na nossa categoria. Felizmente, correu tudo bem e conseguimos um pódio muito recompensador para toda a equipa”, referiu o navegador, natural de Santarém.


O Can-Am Maverick do Team Consilcar foi pilotado no Alentejo por David Carreira, que fazia a sua estreia absoluta na Baja TT Sharish Gin. Depois de ter disputado a sua primeira prova oficial em Portalegre, no ano passado, David Carreira descobriu outra das mais famosas bajas nacionais, superando o desafio com um positivo 3.º lugar dos T3 na prova nacional e o 10.º lugar à geral.

Uma estreia para mais tarde recordar

O Can-Am Maverick do Team Consilcar foi pilotado no Alentejo por David Carreira, que fazia a sua estreia absoluta na Baja TT Sharish Gin. Depois de ter disputado a sua primeira prova oficial em Portalegre, no ano passado, David Carreira descobriu outra das mais famosas bajas nacionais, superando o desafio com um positivo 3.º lugar dos T3 na prova nacional e o 10.º lugar à geral.

“A minha estreia em Portalegre tinha sido um exercício de sobrevivência, com muitos problemas, por isso esta foi a minha primeira verdadeira corrida, em condições mais ‘normais’”, analisou David Carreira. “Foi uma experiência inesquecível. Apanhámos os pisos muito degradados e, a determinada altura, só queria manter o carro na estrada e gerir o desgaste dos travões, que deixaram de responder. Não é agradável rodar a 130 km/h e não ter resposta do pedal dos travões! Mas chegámos ao final e logo com um bom resultado, por isso estou feliz”, revelou, minutos antes de subir ao pódio.

Nuno Luz, amigo de David Carreira, fez a sua primeira prova de TT e ficou “com várias histórias para contar aos netos. Passámos por muitas peripécias, falhei alguns controlos de velocidade, fruto da inexperiência, mas no final conseguimos resistir à dureza da prova e aprendi imenso com a equipa ao longo de todo o fim de semana.”

O Team Consilcar também esteve presente na prova das motos, com Januário Barrocas a levar a sua Honda CRF 450 até ao final, cumprindo o seu grande objetivo após mais de 320 quilómetros de percurso.

O Team Consilcar vai agora preparar a edição de 2023 da emblemática Baja Portalegre 500, marcada para 26 a 28 de outubro.


Acompanhe todas as novidades nas páginas oficiais do Team Consilcar no Facebook e Instagram.


21 views0 comments

Comments


bottom of page